ONU CULTURAL

Dei esse nome a locais que concentram uma miríade de pessoas das mais variadas tribos convivendo num ecossistema de fervor cultural, intelectual e com diversas expressões de personalidades. Podemos traçar um paralelo com a conhecida Organização das Nações Unidas: a ONU. Um local que é um exemplo pleno de uma ONU Cultural é a região da Augusta, em São Paulo.

Essa região atrai pessoas que estão na crista da onda antropológica contemporânea. O local foi revitalizado e hoje conta com vários bares temáticos e um aumento de negócios da economia criativa. Um exemplo é a Endossa, uma loja colaborativa que abre espaço para designers (seja de objetos, moda e outros) disponibilizarem seus produtos para consumidores alphas (os que buscam novidades e passam a ser referências para os abelhas, que viralizam essas novidades).

ONUs Culturais, como a Augusta, são ricas para o bom observador. É possível aprender a dinâmica de diversos grupos, seus gostos, suas linguagens, termos e anseio, e tudo dentro de uma pequena área fácil de transitar.

Como o uso do design thinking é possível captar a ação desenrolando na mente das pessoas, e usar toda essa riqueza qualitativa no marketing, comunicação e novos negócios.

Muitas marcas precisam estar presentes nesses locais, não apenas para venda ou branding, mas com profissionais que possam sentir-se íntimos da região, e assim poder identificar padrões valiosos e munir diversas áreas da empresa - interpretar os padrões e gerar inteligência competitiva.

Músicas, moda, cores, livros, dança, comportamentos nas mais variadas nuances apontam tendências em tempo real.

São ambientes tão sincronizados com o moderno que encontramos coisas como essa: eu , junto com a minha esposa, vi uma mãe explicando ao seu filho, aparentando uns 10 anos, as diversas orientações sexuais.

Uma ONU Cultural é um local de grande densidade cosmopolita.

Claudio Palmieri

Deixe um comentário

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.